skip to Main Content
  • languages logo
Como Escolher O Fole Certo Para Máquinaria?

Como escolher o fole certo para máquinaria?

Os foles protegem peças e trabalhadores valiosos. Ao proteger as guias e os componentes do maquinária, a proteçoes sanfonadas ajudam as máquinas a funcionar corretamente. Máquinas-ferramentas, lasers, máquinas de impressão 3D e vários tipos de máquinas exigem proteção para operar em condições ambientais difíceis, por isso é importante selecionar os foles apropriados.

1 – Tipo de ambiente de trabalho

Ambiente seco

Para o ambiente seco, os riscos mais conhecidos são:

  • A poeira
  • Proteção para máquinas e pessoas

Na maioria das vezes, essas máquinas não produzem resíduos e não usam líquidos. Exemplo de máquina em ambiente seco: máquinas de medição.

Ambiente úmido

As características desse ambiente estão relacionadas ao uso de diferentes líquidos. A transformação da matéria é um exemplo de processo para o ambiente úmido. O aspecto úmido é diferenciado principalmente por dois tipos de líquidos:

  • Refrigerante: é necessário um processo de enfriado para preservar as ferramentas e a peça de usinagem. Vários atritos aquecem as peças de usinagem e podem se deformar. Para as ferramentas, o risco é o mesmo, com vida útil reduzida.
  • Óleo de corte: este líquido melhora e facilita o processo de usinagem de transformação de material

Ambiente quente

O processo de corte a laser apresenta um grande risco de incêndio. O componente do tecido deve ser resistente ao fogo para proteger a máquinaria. Esse é o principal requisito desse ambiente, entre outros. Exemplo de máquinas em ambiente quente: máquina de corte a laser e máquina de impressão 3D.

2 – Tipo de materiais para foles

As características do ambiente dependem da peça usinada e do processo de usinagem; Também determina os foles necessários para proteger máquinas e usuários.

Tecido de PVC

Devido à sua composição, os foles de PVC podem proteger as máquinas dos refrigerantes. . De fato, às vezes são usados ​​refrigerantes (soluções de água e / ou químicas) para resfriar a peça ou ferramenta de usinagem e, finalmente, promover a usinagem. Mas quando a substância tem um pH não neutro, pode danificar o fole. PVC resiste apenas à temperatura entre 70 ° C e 80 ° C. Além disso, o fole de PVC não se adapta a óleos e derivados de petróleo.

Tecido PUR (poliuretano reticulado)

O tecido PUR tem uma vantagem importante: resiste a altas temperaturas de até 150 ° C e resiste a óleos. A resistência a altas temperaturas é muito útil quando há pequenos respingos de metal fundido. E a resistência ao óleo é importante para as máquinas-ferramentas durante o processo de usinagem ao usar óleos para melhorar a qualidade das peças.

Tecido TPU (termo poliuretano)

O tecido TPU tem a propriedade de resistir a óleos. O tecido também pode resistir a baixas temperaturas de até 80 ° C. O tecido é capaz de resistir a óleos. Este tipo de tecido pode ser usado para ambientes úmidos quando não há requisitos especiais de temperatura.

Tecido de borracha

Os foles com esses tecidos são montados por um processo de costura, proporcionando alta resistência mecânica, mas não se ajustam ao ambiente úmido. A segunda desvantagem é a incapacidade de ser fina, por isso ocupa mais espaço quando compactada.

Tecido de aramida

Alta resistência mecânica é necessária para algumas aplicações. De fato, para ambientes onde há respingos quentes, o fole não se deforma sob impacto.

3 – Tipo de processo de fabricação

Existem muitas possibilidades de fazer um fole, essas possibilidades aumentam com os muitos tipos de materiais e formas dos foles.

Soldagem HF (alta frequência)

Um dos processos de fabricação comuns é o processo de soldagem de alta frequência. Esse processo consiste em soldar as partes umas com as outras com uma máquina que solda com alta frequência.

Soldagem a quente

Este segundo processo de soldagem consiste em colocar uma placa entre as camadas do tecido e soldar com uma máquina de alta temperatura para dissolver a placa e fixar as diferentes partes entre elas.

Colagem

O terceiro processo é o processo de colagem. Isso permite que as paredes laterais do tecido sejam coladas entre elas. O processo está próximo do processo de alta frequência, mas o produto final não tem longa vida como o processo de alta frequência.

Laminado

O processo de laminação tem uma vantagem: é a capacidade de escolher diferentes materiais para compor o produto. Esse processo fornece foles para máquinas pequenas porque o tecido pode ser muito leve. Mas as desvantagens são as seguintes: o produto pode ter problemas de delaminação e é um processo caro.

Costurado

O quinto processo de fabricação é o processo de costura. Esse processo de fabricação fornece uma alta resistência mecânica aos foles. Com esse processo, o tecido perde automaticamente sua propriedade à prova d’água.

4 – Alternativa para coberturas flexíveis

Também existem mais 2 foles. Esses foles têm como especialidades feitas com um produto diferente e com uma composição híbrida.

Coberturas telescópicas

As coberturas telescópicas são feitas de painéis de aço. Toda a cobertura de proteção é feita de aço. Este tipo de proteção permite uma resistência mecânica muito alta e alta proteção. Mas a composição não pode oferecer boa mobilidade e não pode ser hermética. A outra desvantagem é a incapacidade de ser totalmente retrátil.

Capas híbridas

Para superar os problemas da cobertura telescópica, existem coberturas híbridas. Esta protecçao é feita de tecido flexível com chapas de aço. Portanto, o produto tem boas propriedades:

  • Alta resistência mecânica
  • Melhor mobilidade
  • Mais retrátil
  • A prova d’água

Conclusão

O material certo para o ambiente certo é essencial para um processo eficiente. Uma boa equipe fornecerá melhor desempenho. Ao escolher a proteção certa, a máquina usada exigirá menos processo de manutenção e proporcionará uma vida útil mais longa à máquinaria.

 

 

Back To Top